Bióloga registra espécie inédita de felino em Alcinópolis

Gato-do-Mato-Pequeno é considerado mundialmente em extinção

por: Da Redação - 31/07/2020 13:17

Bióloga registra espécie inédita de felino em Alcinópolis

Gato-do-Mato-Pequeno é considerado mundialmente em extinção

Funcionários do Parque Natural Municipal Templo dos Pilates, em Alcinópolis, fotografaram um raro Gato-do-Mato-Pequeno (Leopardus Tigrinus). Nunca antes vista na região, a espécie é considerada o menor felino do Brasil e corre risco de extinção.

“Percebemos o registro durante a checagem das armadilhas fotográficas (câmeras usadas para capturar fotos e filmes de animais selvagens sem a presença dos pesquisadores) no dia 12 de julho. Já havíamos visto as pegadas, mas pelo tamanho acreditávamos ser de Jaguatirica”, comentou a bióloga e secretária Municipal de Desenvolvimento, Agricultura, Pecuária, Turismo e Meio Ambiente, Bruna Barbosa, responsável pelo parque.

O professor da UEMA (Universidade Estadual do Maranhão) e especialista em pequenos felinos, Tadeu de Oliveira, analisou o registro e confirmou ser a foto inédita de um Gato-do-Mato-Pequeno.

“Confirmar a existência de exemplares da espécie em Mato Grosso do Sul através de foto é algo a se comemorar, pois agora sabemos da presença das duas espécies de Gato-do-Mato (Tigrinus e Guttulus) no Estado. Tanto o Guttulus, quanto o Tigrinus, são as únicas espécies de felinos existentes no Brasil consideradas mundialmente em extinção”, afirma o professor.

O Gato-do-Mato-Pequeno tem como habitat natural a Caatinga e o Cerrado e não frequenta o Pantanal. A presença dele na região de transição de biomas pode registrar uma possível mudança no comportamento do animal.

Fonte: MS Todo Dia

Fazer download da imagem







Leia também

Dúvidas ou sugestões? Nos escreva!






contato

NOS ACOMPANHE NAS MIDIAS SOCIAIS