Morre brigadista que teve 80% do corpo queimado durante combate a incêndio em Chapadão do Céu

Ficou 11 dias internado

por: Redação - 02/09/2020 11:05

Morre brigadista que teve 80% do corpo queimado durante combate a incêndio em Chapadão do Céu Brigadista foi socorrido com apoio e helicóptero. Imagem: Divulgação

Ficou 11 dias internado

O brigadista Wellington Fernandes Peres Silva, 41 anos, morreu na noite desta terça-feira (1º). Ele estava internado em estado grave no hospital de Goiânia (GO) ao ter 80% do corpo atingido por chamas, durante combate a um incêndio na vegetação do parque Serra Dourada, em Chapadão do Céu, cidade de Goiás que faz divisa com Chapadão do Sul.

Ele foi socorrido em estado grave no dia do acidente, 21 de agosto. Ao dar entrada no Hospital Estadual de Urgências Governador Otávio Lage de Siqueira (Hugol), em Goiânia, Wellington ficou sedado e respirava com a ajuda de aparelhos. 

Cerca de 30 pessoas, entre bombeiros e brigadistas, atuavam no combate as chamas, que destruíram mais de 2 mil hectares do parque Serra Dourada. 

O Ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles deixou uma mensagem de pesar e reconhecimento ao trabalho do servidor do Instituto Chico Mendes de Preservação da Biodiversidade (ICMBio) nas redes sociais da instituição. 

“Hoje faleceu nosso servidor Welington, que, no dia 21 de agosto, […] foi atingido pelo fogo, sofreu queimaduras muito graves, estava internado desde então, lutando bravamente pela vida, mas, infelizmente, não resistiu. Nossos sentimentos à família e o reconhecimento ao trabalho dele e de todos os brigadistas”, disse.

Wellington deixa a esposa e duas filhas.

Fonte: MS Todo Dia

Fazer download da imagem







Leia também

Dúvidas ou sugestões? Nos escreva!






contato

NOS ACOMPANHE NAS MIDIAS SOCIAIS