Ampasul se reúne com autoridades de Chapadão do Sul e Costa Rica para debater combate a incêndios ambientais

As usinas Atvos e Cerradinho levaram suas experiências no setor explanando os seus programas de prevenção

por: Da Redação - 25/11/2020 10:43

Ampasul se reúne com autoridades de Chapadão do Sul e Costa Rica para debater combate a incêndios ambientais

As usinas Atvos e Cerradinho levaram suas experiências no setor explanando os seus programas de prevenção

Na tarde desta terça-feira, 24 de novembro, a Ampasul, Associação Sul-Mato-Grossense dos Produtores de Algodão realizou um Workshop sobre prevenção e combate a incêndios rurais, com participação de órgãos públicos, privados, produtores rurais e empresas agropecuárias.

As usinas Atvos e Cerradinho levaram suas experiências no setor explanando os seus programas de prevenção e combate a incêndios.

O evento contou ainda com a participação da Universidade Federal Campus Chapadão do Sul, Corpo de Bombeiros e de experiente piloto agrícola que participou do combate ao incêndio no Parque Estadual da Nascente do Taquari, neste ano.

Impossibilitados de comparecerem ao evento; o produtor rural Rafael Garcia, Pedro Mendes, Superintendente do Meio Ambiente da SEMAGRO, Valdir Pivatto, Coordenador da Defesa Civil em Chapadão do Sul e Leonardo Sampaio Costa do Imasul enviaram vídeos com relatos de suas experiências na pauta e as suas participações nas ações de prevenção e combate a incêndios.

O Workshop foi um grande momento para troca de experiências e relatos de desastres ambientais, perdas materiais e econômicas causadas pelos incêndios rurais, que neste ano de 2020 bateram todos os recordes de ocorrência e gravidade.

Os comandantes do 7º Subgrupamentos do Corpo de Bombeiros de Chapadão do Sul, Tenente Eduardo Tracz e do 19º Subgrupamento de Costa Rica, 2º Tenente Samuel Pedrozo Borges e o piloto agrícola Emerson Kerber relataram o difícil trabalho de combate ao incêndio no Parque Estadual da Nascente do Taquari e as experiências que trouxeram da dura batalha. Na operação trabalharam diretamente 200 pessoas e outro grande número indiretamente por 29 dias, até a extinção dos focos. Atuaram na operação, agentes federais do Exército Brasileiro, das autarquias estaduais municipais e até da iniciativa privada.

Já o Secretário Municipal da Sedema, Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Meio Ambiente de Chapadão do Sul, Felipe Socorsatto Batista explanou sobre as legislações federais, estaduais e municipais para prevenir e combater incêndios rurais e urbanos.

Da intensa troca de experiências entre os participantes chegou-se à conclusão de que há necessidade de maior coordenação entre os órgãos públicos e privados da região, ultrapassando as fronteiras dos estados. A proposta é a criação de um Comitê Gestor das Políticas Públicas de Prevenção e Combate a Incêndios Regionais, que deverá propor um Plano de Prevenção e Combate a Incêndios Rurais. O novo comitê deve ser composto por agentes públicos e privados para ações coordenadas de prevenção e combate a incêndios.

Este primeiro Workshop Combate e Prevenção de Incêndios Rurais foi realizado no Centro de Eventos da Ampasul, que atingiu todas as suas expectativas de público e participação, seguindo o protocolo de prevenção da contaminação da Covid-19.

Fonte: MS Todo Dia

Fazer download da imagem







Leia também

Dúvidas ou sugestões? Nos escreva!






contato

NOS ACOMPANHE NAS MIDIAS SOCIAIS