Prefeito de Costa Rica se reúne com diretores da Way-306 para receber balanço da operação na rodovia

No primeiro mês foram utilizadas 3 mil toneladas de asfaltos em reparos

por: Redação - 05/03/2021 17:50

Prefeito de Costa Rica se reúne com diretores da Way-306 para receber balanço da operação na rodovia Empresa apresentou dados do primeiro mês atuando na rodovia. (Divulgação)

No primeiro mês foram utilizadas 3 mil toneladas de asfaltos em reparos

O prefeito de Costa Rica, Cleverson Alves dos Santos, e o vice-prefeito Roni Cota, receberam na tarde da terça-feira (2), a visita do diretor presidente da Way-306 (Concessionária da Rodovia MS 306 S.A), Paulo Nunes Lopes, e do diretor administrativo e financeiro, Giovanni Mott, que apresentaram o balanço do primeiro mês de operação na concessão da rodovia, gerando 250 empregos diretos e mais de 300 indiretos na 1ª etapa.

A rodovia MS-306 se desenvolve ao longo da divisa do Estado do Mato Grosso do Sul com o Estado de Goiás, atravessando três municípios: Costa Rica, Chapadão do Sul e Cassilândia, todos localizados na porção nordeste do Estado de Mato Grosso do Sul.

A Way-306 iniciou em 22 de janeiro a Operação de Tráfego e prestação de serviços gratuitos aos usuários da rodovia, realizando neste período 819 atendimentos aos motoristas que viajam pela MS-306 entre a Divisa MS/MT (km 0) e Cassilândia (km 218,1). A concessão estadual compreende toda a extensão da MS-306, desde a Divisa de MS/MT, até o km 218,1 no entroncamento com a BR-158, em Cassilândia (MS), e incorpora 1,4 quilômetro da BR-359 até a Divisa MS/GO; totalizando 219,5 quilômetros.

Conforme o balanço, neste primeiro mês foram utilizadas 50 toneladas de asfalto na recuperação emergencial do pavimento, mais de 3 mil toneladas de asfalto para operação tapa buracos, bem como implantação de 6.600 metros de defensas metálicas, 77 mil m² de pintura de faixas, 440 km de roçagem periódica da vegetação e implantação de 1.200 placas de sinalização vertical produzidas na própria concessionária.

“A Way306 vem com a proposta de oferecer mais conforto e segurança, melhor fluidez de tráfego, menos desgaste e custo de manutenção dos veículos, menos tempo de deslocamento e consumo de combustível, reduzindo o número de acidentes e vítimas e auxilio 24 horas em emergências.  Nesta primeira etapa de implantação foram gerados 250 empregos diretos e mais de 300 indiretos, além de novas oportunidades de negócios e recursos de ISS para os municípios” avaliou Cleverson.

De acordo com os representantes da Concessionária, a rodovia contará com um SAU (Serviço de Atendimento ao Usuário) no KM 38+266 em Costa Rica, um SAU no km110 em Chapadão do Sul e outro no km 179+200 em Cassilândia, além de Terminais de Autoatendimento, CCO (Central de Controle Operacional), com equipamentos, sistema de monitoramento e tecnologia de ponta e 10 veículos para o atendimento ao usuário.

“Importante lembrar que nosso contrato de Concessão com o Governo do Estado do Mato Grosso do Sul determina uma viatura de inspeção de tráfego percorrendo o trecho. Porém, nós da Way-306, colocamos em operação duas viaturas para oferecer mais segurança e conforto aos usuários da MS-306”, declara o gerente de operações, Marcelo Ceccarelli.

Para oferecer mais segurança aos usuários, está sendo construído no KM 110 um posto da AGEPAN (Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos de Mato Grosso do Su), bem como um posto da PMR (Polícia Militar Rodoviária) no km 133 da rodovia.

A Concessionária da Rodovia MS 306 S.A. assinou o contrato de concessão da rodovia MS-306 com o Governo do Estado de Mato Grosso do Sul em 19 de março de 2020 e, a partir de 22 de abril, assumiu por 30 anos a responsabilidade pela administração, recuperação, conservação, manutenção, implantação de melhorias e ampliação da rodovia.

 

Fonte: Assecom

Fazer download da imagem







Leia também

Dúvidas ou sugestões? Nos escreva!






contato

NOS ACOMPANHE NAS MIDIAS SOCIAIS