Aprovada criação de cursos na Faculdade de Educação e em Paranaíba

por: MS Todo Dia - 19/06/2020 10:13

Aprovada criação de cursos na Faculdade de Educação e em Paranaíba

O Conselho Universitário da UFMS aprovou a criação do curso superior em Tecnologia em Educação e Processos de Trabalho – Alimentação Escolar, na Faculdade de Educação (Faed), e a criação do Bacharelado em Ciências Contábeis no campus de Paranaíba (CPAR). A implantação está prevista respectivamente para o primeiro semestre letivo de 2021 e primeiro semestre letivo de 2022.

A diretora da Faed, Milene Bartolomei Silva explicou que o curso superior em Tecnologia em Educação e Processos de Trabalho – Alimentação Escolar será inédito em Mato Grosso do Sul. “A proposta pedagógica atende à estratégia 18.1 do Plano Nacional de Educação, que prevê a estruturação da rede pública de educação básica”, disse.

O curso será voltado a pessoas que atuam na rede de educação escolar preparando, organizando e executando o fluxo de aquisição e armazenamento de alimentos, e que controlam as condições do ambiente de preparo e do fornecimento das refeições, sob a supervisão de nutricionistas.

Serão 150 vagas distribuídas em cinco polos, instalados nas cidades de Campo Grande, Corumbá, Miranda, Ponta Porã e Três Lagoas. O curso será realizado na modalidade a distancia, com alguns encontros presenciais, e terá duração de seis semestres. “A possibilidade de atuação dos profissionais formados no curso será tanto na rede pública quanto na particular, nos centros de formação profissional, de capacitação de pessoal, e todo lugar que necessite de pessoas que trabalham com alimentação”, informou a diretora da Faed.

Em Paranaíba o Bacharelado em Ciências Contábeis deve ser ofertado na modalidade presencial com a abertura inicial de 40 vagas. A diretora do campus Andreia Cristina Ribeiro disse que “o curso representa mais uma oportunidade para os nossos jovens e adultos que buscam o ensino de qualidade e gratuito e acreditam que é possível transformar a vida por meio da educação”.

“O objetivo principal é formar profissionais de excelência, não apenas possuidores de conhecimento técnico, mas também éticos, com autonomia de aprendizado, e capazes de contribuírem para o desenvolvimento socioeconômico da região em que forem atuar”, informou o presidente do núcleo docente estruturante do curso, Odirlei Fernando Dal Moro.

Segundo o professor, uma comissão formada no curso de Administração do CPAR estudou durante cerca de três anos a demanda local. “Realizamos uma primeira pesquisa apenas com alunos do ensino médio e já observamos o interesse. Posteriormente, em uma pesquisa com outras 1.000 pessoas, observamos que cerca de 30% se interessaram pelo curso. Percebemos também que grande parte dos interessados é composta por jovens, que moram com os pais e que vivem em situação de vulnerabilidade econômica. Essas características apontam para um aluno que dificilmente sairia da região somente para estudar, por isso a interiorização da Universidade é fundamental, para contribuir com o desenvolvimento socioeconômico regional”, explicou o docente.

O bacharelado deve ser desenvolvido em oito semestres, com aulas no período noturno e aos sábados. O bacharel em Ciências Contábeis pode atuar em escritórios de Contabilidade, na área contábil e financeira de empresas, prestar consultorias na área de Auditoria e perícia contábil, trabalhar no setor público na área de Contabilidade pública, ser auditor da Receita Federal, além de poder seguir a carreira acadêmica, entre outras atuações.

Fonte: Assessoria

Fazer download da imagem







Leia também

Dúvidas ou sugestões? Nos escreva!






contato

NOS ACOMPANHE NAS MIDIAS SOCIAIS