Costa Rica participa de reunião técnica que esclarece mudanças importantes para Estadual 2020

por: Da Redação - 18/10/2019 09:52

Costa Rica participa de reunião técnica que esclarece mudanças importantes para Estadual 2020 Diretor do 7 de Dourados apresenta oficialmente a desistência. Foto: Divulgação

Dirigentes de clubes estiveram reunidos na sede da Federação de Futebol do Mato Grosso do Sul na tarde desta quinta-feira(17). Dos oito clubes remanescentes da edição 2019, apenas Serc e Corumbaense não enviaram representantes.

Dois pontos cruciais foram explicados pelo Vice-Presidente e Coordenador de Competições da FFMS Marco Antonio Tavares aos dirigentes. Laudos de estádios e formação dos treinadores.

Laudos

De acordo com Tavares, o Ministério Público Estadual comunicou a Federação que os laudos deverão ser entregues impreterivelmente 45 dias antes do início da competição.

Anteriormente, o MPE recebia até dias antes do início da competição os laudos e liberava ou não os estádios. Como o Estadual 2020 começa dia 22 de janeiro, o prazo fatal é 7 de dezembro.

“O MPE vai receber os laudos dos clubes mas cobrar de fato o Estatuto do Torcedor que determina entrega dos laudos 45 dias antes do início de qualquer competição. Os laudos deverão ter validade até 26 de abril, data da decisão do Estadual”, informou Tavares.

Caso os 10 clubes não apresentem os laudos de seus estádios até esta data, a competição não inicia na data prevista pela Federação.

Treinadores

Sobre a formação dos treinadores, a partir de 2020 os clubes deverão registrar seus profissionais no BID da CBF como já ocorre no país há pelo menos 3 anos.

Para isso ocorrer, os treinadores deverão possuir curso Licensa A, B ou C emitidas pela CBF, ou Curso de Treinadores oferecidos pelas Federações ou Sindicato dos Treinadores e não podem ser on-line.

Caso haja demissão do treinador, o clube só conseguirá regitrar outro profissional no BID da CBF após recisão ou quitação trabalhista com o profissional anterior.

Desistência do Sete de Setembro

A reunião marcou a entrega do ofício do Sete de Setembro que desistiu de disputar a Série A em 2020. É a segunda vez que o clube apresenta este ano ofício de desistência, porém o ofício anterior, não foi protocolado.

O Departamento Técnico da FFMS enviará o ofício do Sete de Setembro para o TJD que definirá a punição do clube que derá voltar na Série B.

O Conselho Técnico e Arbitral que ocorrerá dia 18 de novembro, definirá se o terceiro colocado da Série B terá acesso a vaga deixada pelo Sete de Setembro ou se o clube douradense é o primeiro rebaixado de 2020.

Fonte: MS TODO DIA

Fazer download da imagem







Leia também

Dúvidas ou sugestões? Nos escreva!






contato

Rua: Ceará, 258 - Sonho Meu III, Costa Rica - MS, 79550-000



NOS ACOMPANHE NAS MIDIAS SOCIAIS