Costarriquense começou a pedalar por indicação médica e hoje sonha em ser ciclista profissional

por: Da Redação - 25/03/2019 16:30

Costarriquense começou a pedalar por indicação médica e hoje sonha em ser ciclista profissional Matheus na foto, junto com amigos ciclistas. Foto: Divulgação

O terceiro lugar conquistado neste domingo na categoria Juvenil do 1° XCM Costa Rica Bike Team, realizado no Costa Rica Recreativo Clube/Sintrab, teve sabor de vitória para o costarriquense Matheus Longate, de 15 anos. O jovem ciclista começou a treinar Mountain Bike há cerca de ano, por recomendação médica, e hoje sonha ser profissional. A evolução demonstrada em cada corrida é um dos maiores incentivos do rapaz, que tem apoio dos pais Alaor Longate e Elaine Longate.

“Vejo uma boa evolução, comecei por indicação médica, por questão de saúde mesmo, pois precisava fazer alguma atividade. Então comecei a andar de bike e fui pegando gosto junto com amigos e vi que é possível realizar sonho de ser profissional”, disse o rapaz. “Mesmo que um dia eu seja profissional em outra área, vou continuar correndo e competindo no estado”, disse.

Ele treina seis vezes por semana. Duas vezes ele treina pilates e nas demais, treina com a bicicleta. O fato de haverem outras jovens promessa competindo em alto nível em Costa Rica é fator primordial para seu crescimento como atleta, afirma Matheus. “A gente treina junto e corre junto. Cada um vai vendo o desempenho do outro para tentar evoluir cada vez mais”, pontuou.

Sobre a prova de ontem, ele disse que os 38 quilômetros de percurso foram complicados. “Tinha muita subida e areia, tanto que vi bastante gente empurrando as bikes”, explicou o jovem, reconhecendo a importância do pódio. “É importante por conta dos patrocinadores e porque exalta os atletas de nossa cidade e também mostra mais nossa cidade”.

Além do apoio dos pais, Matheus é patrocinado pelo Jornal MS Todo Dia, Zizo Pneus, Doidão Materiais para Construção, Móveis Calderan e Leandro Bortolazzi.

SUPERAÇÃO

Para outro costarriquense, a prova de domingo foi um verdadeiro desafio. Igor Neves, de 16 anos, acordou se sentindo mal, com bastante enjoo, mesmo assim não desistiu. Ele saiu de casa, foi para pista, se alimentou, tomou suplementos, fez o aquecimento e entrou na competição. No início do percurso, ele ficou um pouco abalado, porque viu um amigo sofrendo queda. “A gente fica abalado né, pois mexe com a gente”, disse.

Alguns quilômetros adiante, perdeu a garrafa de água. “Com dez quilômetros eu fui me hidratar e vi que tinha perdido a garrafa. Então tive que correr mais 28 km sem beber água”, afirmou o rapaz que considerou o quarto lugar bastante positivo diante das adversidades. “Foi gratificante, porque não acordei bem, tive todos esse problemas e mesmo assim ainda dei conta de chegar”.

Ele agora se prepara para correr no dia 7 de maio, em Dourados, em uma prova de cross-country. “Vamos com pensamento positivo, confiantes e treinando direitinho para chegar bem lá”.

Fonte: MS Todo Dia

Fazer download da imagem




Leia também

Dúvidas ou sugestões? Nos escreva!






contato

Rua: Camapuã, 74 - Novo Sonho Meu II, Costa Rica - MS, 79550-000



NOS ACOMPANHE NAS MIDIAS SOCIAIS