Sul-Mato-Grossense: Desde 2013, líder da primeira fase não fica com o título

por: MS Todo Dia - 31/03/2020 10:38

Sul-Mato-Grossense: Desde 2013, líder da primeira fase não fica com o título Cene foi o último campeão que liderou Foto: GE MS

Terminou a primeira fase do Campeonato Sul-Mato-Grossense 2020 e o Aquidauanense ficou com a melhor campanha pelos critérios de desempate.

O azulão somou 18 pontos e seis vitórias, assim como o Águia Negra mas ficou a frente no saldo de gols. O formato atual é disputado desde 2006 e apenas três vezes o líder da 1ª fase ficou com o caneco.

Em 2006, o Cene terminou com 11 pontos a frente do Coxim mas caiu na semifinal diante da Serc. O caneco inédito ficou com o Coxim que consquitou o título sobre a Serc.

Já em 2007, o Águia Negra liderou três pontos a frente do Cene e conquistou seu primeiro título sobre o rival. No ano seguinte, o Águia liderou novamente, três pontos a frente de Comercial e Corumbaense.

Porém, caiu na segunda fase da competição ficando fora das semifinais. O Ivinhema que teve a quarta melhor campanha da 1ª fase levou o título em cima do Misto que teve apenas a nona campanha entre os dez classificados.

Em 2009, o Itaporã liderou ficando dois pontos a frente do Naviraiense que acabou ficando com o título sobre o maior rival Ivinhema que teve a quinta campanha da 1ª fase.

No ano seguinte, o Naviraiense ficou com a melhor campanha quatro pontos a frente do Águia Negra mas perdeu o título para o Comercial, que teve a sexta campanha dos oito classificados.

Em 2011 o Cene comandou de ponta a ponta. Líder da 1ª fase nove pontos a frente do Maracaju e na decisão, foi campeão sobre o Aquidauanense que teve a sétima campanha entre os oito classificados.

2012 foi o ano que Ivinhema e Aquidauanense empataram em pontos mas o azulão do vale ficou a frente no número de vitórias. Porém ambos caíram de cara nas quartas de final.

O Águia Negra que teve a quarta campanha, foi campeão sobre o Naviraiense que passou com a sétima campanha. Os anos seguintes, foram do último bicampeão do estado.

O Cene de 2013 liderou três pontos a frente do Ivinhema e levou o caneco em cima do Naviraiense. No ano seguinte, o bicampeonato veio apesar da quarta campanha na 1ª fase.

O Naviraiense liderou mas caiu exatamente diante do Cene nas semifinais. 2015 o Águia Negra liderou mas caiu de cara nas quartas de final para o Comercial que teve a sexta campanha e ficou com o título.

O título foi em cima do Ivinhema que teve a quinta campanha da 1ª fase. Já em 2016, o Comercial liderou e perdeu o título para o Sete de Setembro que teve a quarta campanha na fase de classificação.

2017 e 2018 foram do Águia Negra a 1ª fase. Em ambos os anos, queda precoce nas quartas de final para o Novoperário que teve em 2017 a sétima campanha entre os oito e no ano seguinte só se classificou pela punição ao Costa Rica.

Em 2017, o Corumbaense saiu da fila exatamente sobre o Novoperário. Na 1ª fase, o carijó teve a terceira campanha.

No ano seguinte, foi a vez do Operário sair da fila exatamente em cima do então atual campeão. O galo teve a terceira campanha contra a quarta campanha do carijó.

Já na temporada passada, o Operário assumiu a ponta na última rodada ficando um ponto a frente do Águia Negra.

O galo caiu precocemente nas quartas de final diante do Aquidauanense que teve a pior campanha entre os oito classificados. O Águia Negra terminou com o título.

Fonte: FFMS

Fazer download da imagem







Leia também

Dúvidas ou sugestões? Nos escreva!






contato

NOS ACOMPANHE NAS MIDIAS SOCIAIS