Bandido tem que ser tratado com tolerância zero, diz Governador sobre operação na fronteira

Operação terminou com oito integrantes de facção mortos, além de armas e veículos apreendidos

por: Redação - 12/01/2021 14:08

Bandido tem que ser tratado com tolerância zero, diz Governador sobre operação na fronteira Local onde confronto ocorreu. (Divulgação)

Operação terminou com oito integrantes de facção mortos, além de armas e veículos apreendidos

O governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja, elogiou a operação que ocorreu na noite de segunda-feira (11), onde policiais entraram em confronto com integrantes do PCC.

Após serem recepcionados com tiros, os agentes entraram em confronto com o grupo e o tiroteio terminou com oito integrantes da facção mortos e um arsenal com dois fuzis, duas pistolas glock 9mm e dois revólveres calibre 38, além de dois veículos roubados apreendidos.

“Bandido tem que ser tratado com rigor e tolerância zero. As nossas forças policiais estão de parabéns. Nossos policiais têm agido com coragem e eficiência. Temos mais de 1.500 quilômetros de fronteira e, em várias partes, é possível atravessar a pé. Infelizmente, no confronto de ontem, oito integrantes do PCC morreram. Nosso desejo é que estivessem atrás das grades”, afirmou o governador.

Participaram da ação as polícias Civil e Militar, Garras, DOF, Bope e o Choque. O enfrentamento teve início em uma casa no bairro Julia Cardinal, próximo à UEMS, em Ponta Porã, que funcionava como esconderijo para o armamento.

Conforme a Polícia Civil, a organização criminosa está envolvida em dois homicídios recentes na região de Sanga Puitã e nas proximidades da linha internacional.

Os indivíduos baleados foram socorridos pelas próprias equipes policiais e levados para o Hospital Regional de Ponta Porã.

Os corpos foram encaminhados ao IML para a identificação e realização de exame necroscópico. Até o momento apenas um dos envolvidos foi identificado: Oscar Prieto Davalo, 23 anos.

Após o confronto, a segurança foi reforçada com o Grupamento Aéreo e a Polícia Rodoviária Estadual.

Fonte: MS Todo Dia

Fazer download da imagem







Leia também

Dúvidas ou sugestões? Nos escreva!






contato

NOS ACOMPANHE NAS MIDIAS SOCIAIS