Fazendeira é autuada por exploração ilegal de madeira em fazenda de Paranaíba

Proprietária terá que pagar multa de R$ 10 mil

por: Da Redação - 26/06/2020 09:20

Fazendeira é autuada por exploração ilegal de madeira em fazenda de Paranaíba

Proprietária terá que pagar multa de R$ 10 mil

Depois de receber denúncias, versando sobre exploração ilegal de madeira, Policiais Militares Ambientais de Aparecida do Taboado realizaram fiscalização ambiental em uma fazenda no município de Paranaíba e efetuaram na quarta-feira (24), a autuação de uma proprietária rural, por exploração ilegal de madeira em sua propriedade rural e descumprimento de embargo de área resultante de autuação no ano passado, também por exploração de madeira.

A equipe da PMA esteve na propriedade e verificou os troncos provenientes da derrubada de 11 árvores nativas de grande porte, de várias espécies, em meio a uma área de pastagem, sem autorização ambiental. A madeira explorada das árvores não estava mais no local e o funcionário informou que teria sido um terceiro o autor da derrubada das árvores e não sabia o que fora feito com a madeira.

Na checagem relativa a autuações da propriedade, a PMA verificou que a área de onde foi retirada a madeira estava interditada desde o ano passado, também por exploração de madeira, porém, o proprietário ainda era o pai da autuada. Um dos motivos da autuação e embargo anterior (2019) da área foi também porque, no cadastro, a área explorada constava como a reserva legal da propriedade.

A pecuarista de 43 anos,, residente em Paranaíba, foi autuada administrativamente e foi multada em R$ 10.000,00. Ela também responderá por crime ambiental, que prevê pena de seis meses a um ano de detenção.

Fonte: MS Todo Dia

Fazer download da imagem







Leia também

Dúvidas ou sugestões? Nos escreva!






contato

NOS ACOMPANHE NAS MIDIAS SOCIAIS