De olho na popularidade de Bolsonaro, Azambuja confirma apoio para 2º turno

Tucano afirma apoio antes mesmo da decisão nacional do partido

08/10/2018

De olho na popularidade de Bolsonaro, Azambuja confirma apoio para 2º turno

De olho na atual popularidade de Jair Bolsonaro (PSL) para o segundo turno, o governador de Mato Grosso do Sul e candidato a reeleição, Reinaldo Azambuja (PSDB), confirmou apoio ao candidato à Presidência durante coletiva de imprensa na tarde desta segunda-feira (8). O tucano vai enfrentar Juiz Odilon de Oliveira (PDT) no segundo turno pelo cargo no Executivo estadual.

A declaração de Azambuja ocorre um dia após as eleições de primeiro turno e antes mesmo da decisão nacional do PSDB. “Não sei como fica a nível nacional, mas no primeiro turno aqui em Mato Grosso do Sul foi de que teríamos e apoiamos dois candidatos [Alckmin e Bolsonaro]. Tanto que o PSL elegeu um grande número de deputados junto conosco e vamos trabalhar pra isso. Estamos conversando com vários partidos e com as lideranças e tenho certeza que vamos ampliar esse número de partidos”, disse o governador.

No Estado, o PSL de Bolsonaro elegeu dois deputados estaduais, dois federais e um senador. De olho nessa popularidade, Azambuja já afirma de pronto que está com Bolsonaro no segundo turno. “Agora é uma eleição de segundo turno. Vamos debater um com o outro. Não tem salvador da pátria. Agora vamos ampliar base política pra essa eleição de 20 dias. Política a gente faz com quem gosta da gente e com quem a gente gosta. Tenho certeza que muitos gostam do modelo de política que fizemos nos últimos 21 anos. Vamos ampliar aliança. Fizemos aliança com vários partidos, elegemos 17 deputados estaduais, seis federais e dois senadores porque o PSL está na nossa base e vamos trabalhar com outros partidos, aqueles que acham que devem se aliar conosco”, completou.

Ainda segundo Azambuja, a crescente de outros candidatos impediu que o PSDB fosse vencedor logo no primeiro turno. “A tendência desde o início da campanha foi polarização entre a gente e Odilon. Houve crescimento do candidato do PT nos últimos dias e também houve um pequeno crescimento da candidatura do Junior [Mochi - MDB] que acabou com quase 12% dos votos. Foi o crescimento deles que levou a gente para o segundo turno. Nós estamos confiantes nessa vitória, pela militância e responsabilidade. Os números das urnas são favoráveis à gente”, ressaltou.

Para o segundo turno, o governador já traça novos planos. “No segundo turno, vamos visitar municípios que não deu tempo, manter a vigilância nos grandes colégios eleitorais e manter essa força da base política porque ninguém faz política sozinho. Política é militância e ter uma causa para lutar. Não deixamos o Estado quebrar, o governo presente nas cidades com habitação, com cultura, saneamento. Isso tem peso para conquistar essa vitória no segundo turno”, concluiu.



Fazer download da imagem




Leia também

Dúvidas ou sugestões? Nos escreva!






contato

Rua: Camapuã, 74 - Novo Sonho Meu II, Costa Rica - MS, 79550-000



NOS ACOMPANHE NAS MIDIAS SOCIAIS