MS registra aumento de 20 casos após surto em 2 cidades e Costa Rica segue sem casos confirmados

por: Redação - 09/05/2020 11:55

MS registra aumento de 20 casos após surto em 2 cidades e Costa Rica segue sem casos confirmados

Dados totalizados às 10h deste sábado (9) apontam que Mato Grosso do Sul chegou aos 346 casos de coronavírus, um aumento de 6,1% em relação aos números de ontem. O aumento de 20 casos, desta vez, teve peso direto dos focos que surgiram em dois municípios do interior: Guia Lopes, que registrou nesta semana o primeiro paciente e já chega a 21 casos; e Brasilândia, onde uma festa familiar fez a doença chegar à região.

A secretária de Estado adjunta de Saúde, Christinne Maymone, apresentou os dados durante transmissão ao vivo pelo Facebook nesta manhã. Ao todo, houve 3.631 notificações, com 3.193 descartadas por testagem e 21 descartados por não apresentarem sintomas do novo coronavírus. Além dos 346 casos confirmados (com 11 óbitos), 71 pacientes seguem sob investigação para confirmação da doença.

Dos pacientes, 200 já se recuperaram da Covid-19, havendo um total de 24 leitos hospitalares ocupados no Estado –dois deles por pacientes de outros Estados, não sendo contabilizados nas estatísticas de Mato Grosso do Sul, e um do exterior. Estão ocupados 18 leitos clínicos (11 públicos e 7 privados) e 6 de UTI (4 públicos 2 na rede particular).

Dos 20 novos casos, 8 foram confirmados em Guia Lopes, 1 em Jardim e 1 em Bonito, municípios próximos. Em Brasilândia, foram registrados mais 4 pacientes. Três Lagoas apontou 2 novos casos. Campo Grande, Bela Vista e Ribas do Rio Pardo tiveram um paciente cada, assim como São Gabriel do Oeste, que entrou nas estatísticas oficiais do Estado.

O paciente de São Gabriel também é o único internado –todos os demais seguem isolamento domiciliar, segundo a Secretaria de Estado de Saúde. Para estes, Christinne recomendou que a permanência em casa também exige cuidados, como o não compartilhamento de nenhum tipo de utensílio, como talheres.

A secretária-adjunta reforçou que a SES dará atenção especial aos municípios com aumento considerável de casos, com ênfase neste momento em Brasilândia e Guia Lopes. “Estamos rastreando e aumento a coleta [de amostras] para que possamos conter o surto com medidas de vigilância e de isolamento social. Para vocês moradores de Brasilândia e de Guia Lopes da Laguna, fazemos um alerta: mantenham-se em casa, usem máscara e continuem com a lavagem das mãos e desinfecção de ambientes. Isso é de extrema importância”, disse.

Reforço

Titular da SES, Geraldo Resende destacou a preocupação com os pequenos municípios, lembrando que em Guia Lopes, Jardim e Bonito, o epicentro da contaminação se deu a partir de um frigorífico onde trabalham 400 pessoas, já havendo trabalho conjunto com a Saúde dos municípios para coibir a circulação do coronavírus na região.

O secretário ainda prometeu o encaminhamento de recursos, especialmente para Jardim –centro regional para a Saúde– de veículos para o transporte de passageiros para Campo Grande, que é a referência na média e alta complexidade, uma vez que não existem UTIs na região. Também foi prometido o envio de respiradores para as cidades –conforme divulgou ontem o Jornal Midiamax, Guia Lopes não tem nenhum equipamento do tipo–, bem como EPIs (equipamentos de proteção individual).

Geraldo reforçou que fará treinamentos com servidores da Saúde em pequenos municípios, como Brasilândia, “para [que o vírus] não se alastre mais na cidade”. Ele disse que, nas cidades onde houve picos recentes de coronavírus, não há pacientes graves. “Estamos tendo controle nessas cidades”.

Fonte: Midiamax

Fazer download da imagem







Leia também

Dúvidas ou sugestões? Nos escreva!






contato

NOS ACOMPANHE NAS MIDIAS SOCIAIS