Chapadão do Sul tem 306 pessoas em tratamento contra a Covid-19

Outras 123 pessoas aguardam resultados de exames do Lacen

27/01/2022 17:37

Chapadão do Sul tem 306 pessoas em tratamento contra a Covid-19

Outras 123 pessoas aguardam resultados de exames do Lacen

A Secretaria Municipal de Saúde de Chapadão do Sul informa o Boletim Diário de COVID-19: 

Nesta quinta-feira, 27 de janeiro de 2022, estamos com 6.167 casos confirmados da doença, desses 5.781 já estão curados, 306 encontram-se em tratamento 80 vieram a óbito. Outras 123 pessoas aguardam resultados de exames do Lacen/MS – Laboratório Central Mato Grosso do Sul, e 11.438 casos foram descartados.

A Vigilância Epidemiológica, juntamente com as equipes das Unidades de Saúde da Família monitoram 681 pessoas, entre elas estão os casos positivos ativos, os casos que estão aguardando resultados e casos de pessoas que tiveram contato com paciente positivo e estão em isolamento domiciliar.  

A Secretaria Municipal recomenda: Evitar contato próximo com todas as pessoas, em especial as que sofrem de infecções respiratórias agudas, manter distanciamento social, Usar Máscara corretamente, realizar lavagem frequente das mãos, utilizar lenço descartável para higiene nasal, cobrir nariz e boca quando espirrar ou tossir, evitar tocar mucosas de olhos, nariz e boca, higienizar as mãos após tossir ou espirrar, não compartilhar objetos de uso pessoal, manter os ambientes bem ventilados.

Apresentando sintomas você deve procurar imediatamente a Unidade Sentinela situada na Rua Dez, 447, centro, sendo os principais: Febre, tosse, coriza, mialgia, cefaleia, falta de ar, dor de garganta, dificuldade para respirar, diarreia, anosmia (perca do olfato), ageusia (perca do paladar). O tratamento realizado precocemente diminui chances de gravidade da doença, além de não colocar em risco a vida das pessoas do seu convívio.
Proteja-se e proteja quem você ama.

Fonte: Assessoria

Fazer download da imagem







Leia também

Dúvidas ou sugestões? Nos escreva!






contato

NOS ACOMPANHE NAS MIDIAS SOCIAIS