Diante de aumento de casos de Covid-19, prefeito retoma restrições para acabar com aglomerações em Chapadão do Sul

Estão proibidas festas de qualquer natureza, mesmo reuniões em família

por: Redação - 20/07/2021 19:13

Diante de aumento de casos de Covid-19, prefeito retoma restrições para acabar com aglomerações em Chapadão do Sul Imagem: Divulgação

Estão proibidas festas de qualquer natureza, mesmo reuniões em família

"Estamos indo na contramão do que está acontecendo no Estado de Mato Grosso do Sul e no Brasil". Assim se manifestou o prefeito de Chapadão do Sul, João Carlos Krug, ao falar do aumento de casos de Covid-19 no município. Diante do aumento, após reunião com o Comitê de Enfrentamento do Covid-19, nesta terça-feira (20), o prefeito editou novo decreto com restrições para evitar aglomerações.

Para tentar frear esse aumento de contágio, estão proibidas em Chapadão do Sul, festas de qualquer natureza, mesmo reuniões em família. "Além disso, conveniências e mercados estarão fechados entre sexta-feira e domingo", explica o prefeito, que revelou não ver outra maneira de inverter a situação.

"Os nossos números estão aumentando e na última semana tivemos um alto número de óbitos. Ficamos preocupados com isso", destaca Krug ao MS Todo Dia. Por outro lado, afirma que o aumento também pode estar ligado ao baixo número de vacinas para Chapadão, que tem uma população aproximada de 40 mil habitantes. 

"Estamos reclamando ao Governo do Estado a distribuição de vacinas para nossa cidade. O número não é proporcional a nossa população", frisou Krug ao revelar que até o momento o município vacinou 10 mil com a primeira dose. Já com a segunda ou dose única, são 5,5 mil pessoas.

Restrições

Segundo o Decreto nº 3.514, ficam suspensas, no período de 21 a 27 de julho de 2021, festas de toda e qualquer espécie, tais como aniversários, casamentos, batizados, reuniões familiares, entre outras; atividades esportivas de todas as modalidades, inclusive atividades físicas em academias, estúdios ou quadras, campos e ginásios de esportes.

Também Ficam suspensas, no período de 23 a 26 de julho de 2021, todas as atividades escolares, comerciais (inclusive supermercados, bares e conveniências), empresariais, de prestação de serviços, de serviços públicos, esportivas, recreativas e religiosas de todos os cultos.

Não se incluem na suspensão prevista o caput deste artigo os comércios de fornecimento de medicamentos e de combustíveis e as atividades de mão-de-obra da construção civil, atividades agrícolas e agropecuárias e atividades de produção de derivados da cana-de-açúcar e milho.

Os restaurantes poderão exercer suas atividades somente no sistema de delivery.

Em contrapartida a suspensão das atividades em dias úteis, serão antecipadas as comemorações do Dia da Independência do Brasil, 07 de Setembro, e do Dia da Criação do Estado de Mato Grosso do Sul, dia 11 de Outubro.

Multa

Continuam vigorando as multas e penalidade prevista no Decreto nº 3.293/2020:

O valor da multa por infração é de:

I - R$ 1.000,00 (mil reais) a R$ 10.000,00 (dez mil reais) para pessoas físicas;

II - R$ 5.000,00 (cinco mil reais) a R$ 20.000,00 (vinte mil reais) para pessoas jurídicas.

A aplicação das multas dar-se-á sem prejuízo da adoção de medidas administrativas como a apreensão, interdição e o emprego de força policial, bem como da responsabilização penal, pela caracterização de crime contra a saúde pública, tipificado no art. 268 do Código Penal; sem prejuízo da responsabilidade civil.

Fonte: MS Todo Dia

Fazer download da imagem







Leia também

Dúvidas ou sugestões? Nos escreva!






contato

NOS ACOMPANHE NAS MIDIAS SOCIAIS