Famílias assistidas pelo Projeto Berço da Vida participam de encontro em Costa Rica

Ações desenvolvidas pelo projeto visam promover o cuidado, aprendizado e garantia dos direitos à convivência familiar e comunitária da criança e da mulher

por: Redação - 23/05/2022 15:05

Famílias assistidas pelo Projeto Berço da Vida participam de encontro em Costa Rica Foto: Divulgação

Ações desenvolvidas pelo projeto visam promover o cuidado, aprendizado e garantia dos direitos à convivência familiar e comunitária da criança e da mulher

A Secretaria de Assistência Social, via CRAS (Centro de Referência de Assistência Social), Secretaria de Saúde, e a Pastoral da Criança realizaram um encontro com as 145 famílias assistidas pelo Projeto Berço da Vida. O encontro aconteceu na tarde da última quarta-feira (18), no Conviver (Centro de Convivência do Idoso).

A ação institucionalizada é desenvolvida e ofertada pela Pastoral da Criança e CRAS e visa a promoção e orientação às gestantes de acordo com as orientações técnicas do PAIF (Programa de Atenção à Família) com intuito de prepará-las para a chegada do bebê.

Conforme a secretária municipal de Assistência Social, Evair Gomes Nogueira, em 2021, 162 famílias em situação de vulnerabilidade social foram acompanhadas através de palestras e visitas domiciliares. Já em 2022, até o momento, mais 145 mães gestantes estão inseridas e acompanhadas no Projeto Berço da Vida.
 
“As ações desenvolvidas pelo projeto visam promover o cuidado, o aprendizado e a garantia dos direitos à convivência familiar e comunitária da criança e da mulher através das reuniões socioeducativas e o autocuidado na maternidade. Toda equipe da Secretaria de Assistência Social e CRAS seguem empenhadas na realização de projetos que visam o bem-estar da comunidade costarriquense”, salientou a secretária.

De acordo com o secretário municipal de Saúde, Jovenaldo Francisco dos Santos, “quando a gente é convidado para cuidar das pessoas, é um chamado de Deus. Nossa missão é dar conforto à nossa população com ações de prevenção, promoção, proteção e recuperação da saúde da população com a realização integrada de atividades assistenciais e preventivas”, destaca o secretário.
 
As tarefas desenvolvidas pela pastoral da criança têm como objetivo atender às crianças em situação de vulnerabilidade social, desde o momento da gestação até os seis anos de idade, zelando por uma existência de qualidade e pelo progresso pessoal de cada uma. Unida a outros seguimentos, promove a defesa e o cuidado da vida com foco na fé e esperança.

Segundo a coordenadora diocesana, Maria Emília de Rezende Moraes, a parceria entre a Pastoral da Criança e o Governo Municipal, através das Secretarias de Assistência Social e de Saúde, tem sido fundamental para o desenvolvimento das ações.

“O apoio, compromisso e carinho da gestão do prefeito Cleverson Alves dos Santos e do vice-prefeito, Roni Cota, de todos os profissionais da Assistência Social, do CRAS, e da Saúde têm feito toda diferença e chega até as mães assistidas. Essas mulheres mudam o comportamento para melhor depois de serem inseridas no projeto, seja como mãe ou como dona de casa, então a gente agradece muito essa parceria, tem sido muito valiosa para todos nós”, concluiu a coordenadora.

Durante o encontro também foi realizado a entrega de um kit de bebê para 83 mães presentes, através de uma parceria com a iniciativa privada, apoiada pelo Sistema de Crédito Cooperativo Sicredi. O kit compõe-se de um cobertor pelo alto, 1 toalha, um travesseiro, um bori, 1 mijãozinho (culote), um macacão, 1 par de meias, nas cores masculino e feminino. Ao final do encontro foi servido um delicioso lanche aos presentes.

O evento também contou com a participação do pastor Osmar Gomes, das irmãs católicas Caridade e Angélica; do secretário de saúde, Jovenaldo Francisco dos Santos, das colaboradoras do Sicredi, além de assistentes sociais e colaboradoras e voluntárias da Pastoral da Criança, entre elas, Samara de Moraes Luz, Lúcia Nicolodi, Eleusa Mignoli, Delice Bernardes de Assis, Zélia Orro Coelho, Cleusa Rainho, Vera Lottermann, Anália Platero da Costa, Lucimar Andrade e Mirian Aun Pincelli Carrijo, coordenadora do Projeto 1000 Dias.

(Com informações da prefeitura de Costa Rica)

Fonte: Redação

Fazer download da imagem







Leia também

Dúvidas ou sugestões? Nos escreva!






contato

NOS ACOMPANHE NAS MIDIAS SOCIAIS