Força-tarefa levou mais de 20 horas para retirar corpo de funcionário soterrado de silo de fazenda em Chapadão do Sul

Acidente ocorreu na segunda-feira (4), sendo que os bombeiros começaram os trabalhos para retirar o corpo no inicio da noite.

por: Redação - 06/07/2022 15:04

Força-tarefa levou mais de 20 horas para retirar corpo de funcionário soterrado de silo de fazenda em Chapadão do Sul O Correio News

Acidente ocorreu na segunda-feira (4), sendo que os bombeiros começaram os trabalhos para retirar o corpo no inicio da noite.

Foram mais de 20 horas de trabalho em força-tarefa para retirar o corpo do trabalhador Elias Venâncio da Silva, de 47 anos, que morreu soterrado em um armazém de grãos, em uma fazenda em Chapadão do Sul. O acidente ocorreu na segunda-feira (4), sendo que os bombeiros começaram os trabalhos para retirar o corpo no inicio da noite.

O trabalho perdurou até a tarde desta terça-feira (5), com apoio dos funcionários da empresa, peritos e policiais. Conforme o site O Correio News, o corpo foi encaminhado para o IML (Instituto de Medicina Legal) de Paranaíba. Elias Venâncio era natural do estado do Paraná.

Acidente - Elias tentava transferir grãos de soja de um silo para outro, quando tentou desobstruir o funil e acabou caindo e sendo sugado pelo maquinário. A vítima não usava equipamentos de segurança.

Esta é a segunda morte que acontece de trabalhadores que foram soterrados por grãos em armazéns da cidade. No dia 12 de junho, César Nunes dos Santos de 22 anos foi soterrado por de grãos de soja no silo de um armazém também localizado à margem da MS-306, na saída para Cassilândia. 

Fonte: MS Todo Dia

Fazer download da imagem







Leia também

Dúvidas ou sugestões? Nos escreva!






contato

NOS ACOMPANHE NAS MIDIAS SOCIAIS